Arquivos

Você está navegando nos arquivos do Blog do Prof. Robson Soares Silva – Notícias e Dicas de TI de julho, 2013.

jul

30

Lançada 1a. edição da revista eletrônica da PREAE/UFMS: Sinapse UFMS e Sociedade

By Robson Soares

Foi lançada a 1a. edição da revista eletrônica da Pró-Reitoria de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis (PREAE) da UFMS: Sinapse UFMS e Sociedade.

Tivemos a alegria e satisfação de ter um artigo publicado sobre o Desenvolvimento de Aplicativos para Smartphones e Tablets (página 25) em Ponta Porã, o site é http://sinapse.ufms.br/.

É um marco na história da UFMS, onde esta revista possibilita que os alunos, professores e técnicos da UFMS conheçam os trabalhos desenvolvidos na universidade, e possibilita divulgá-los ainda mais e permite a integração entre todos os envolvidos nos projetos.

A versão em PDF pode ser baixada aqui. Sinapse UFMS e Sociedade: 1a. Edição

jul

26

Apresentação da Fábrica de Software

By Robson Soares

A apresentação sobre a Fábrica de Software pode ser visulizada aqui: Fábrica de Software UFMS Robson 2013

jul

21

Diferença entre verificação e validação em Teste de Software

By Robson Soares

A verificação tem o objetivo de avaliar se o que foi planejado realmente foi realizado. Ou seja, se os requisitos, funcionalidades e performance documentados foram implementados.

A validação tem o objetivo de avaliar se o que foi entregue atende as expectativas. Ou seja, se os requisitos, independente do que foi planejado, estão implementados para atender ao negócio (cliente). A Validação final do sistema é realizada pelo cliente ou usuário.

jul

21

Visão geral sobre a importância do Teste de Software

By Robson Soares

Olá pessoal,

Este post é para destacar a importância de se testar os softwares, onde na fábrica de software assim que tivermos um espaço específico, desejo criar uma equipe responsável por Testar os Softwares. Assim nenhum software será disponibilizado sem que seja homologado pela equipe de teste de software.

Os sistemas de software estão cada vez mais presentes em nossas vidas, e para um sistema ser disponibilizado ao usuário final o mesmo deve ser testado. Mas o que é o teste de software? Algumas respostas são mostradas a seguir:

- É um processo sistemático que tem por objetivo encontrar defeitos (Myers, 1979)

- É verificar se o software está fazendo o que deveria fazer, de acordo com seus requisitos, e se não está fazendo o que não deveria fazer (Rios e Moreira, 2003);

- É o processo de executar um programa com o objetivo único de encontrar defeitos – Glenn J Meyers “The Art of Software Testing”

- Teste é o processo de operar um sistema ou componente do sistema sob condições específicas, observando e registrando o resultado e fazendo uma avaliação de alguns aspectos do sistema ou componente – IEEE Standard Glossary

Existem 2 tipos testes de software: testes caixa branca e testes caixa preta.

A) Os testes caixa preta são realizados sem conhecimento da operação interna (código) do software, é feito analisando o resultado obtido, geralmente tomando por base casos de uso e especificações de requisitos.

B) Já os testes caixa branca são feitos com conhecimento da operação interna, onde o testador pode desenvolver códigos para realizar os testes de todas as aplicações de cada componente.

Os testes devem ser realizados em vários níveis no desenvolvimento de software. Os principais níveis de testes de software são:

Teste de unidade ou testes unitários.

Esse nível de teste tem por objetivo testar a menor unidade do software, tentando provocar falhas de regra de negocio. Esse teste é feito por pequenos trechos de código isoladamente.

Teste de integração

Verifica se há falhas na entre os módulos ou interfaces, quando esses são integrados ao tentar fazer o funcionamento de um todo.

Teste de sistema

Avalia o sistema como um todo, como se fosse um usuário final, inserindo dados reais e analisando se suas respostas atendem aos requisitos.

Teste de aceitação

No inicio do desenvolvimento são declarados quais serão as funcionalidades que serão testadas para que o software seja declarado como entregue, esse nível de testes são efetuados geralmente por um grupo de usuários que verificam algumas funcionalidades para que o software seja considerado como aceito.

Papeis e responsabilidades

Na disciplina de testes podemos ter três papeis Gerente de testes, Analistas de testes e os testadores

Gerente de Testes

Este profissional tem todo o conhecimento sobre os aspectos do processo da Engenharia de Software, tem conhecimento do sistema e/ou aplicação em teste, experiência em varias ferramentas de testes, ele tem como papel garantir a execução no processo de testes, prepara todo o processo de teste adequado para cada necessidade, faz avaliações no processo, acompanha seus defeitos e correções.

Analista de Teste

O Analista de Teste tem experiência em programação, tem conhecimento do sistema e/ou da aplicação em teste, experiência em vários tipos e técnicas de testes, tem um entendimento no que é defeito, ele tem como papel monitorar detalhadamente o processo de testes e o resultado de cada ciclo se for necessário, elabora os artefatos de testes.

Testador

Tem experiência em varias tipos de testes, conhece varias técnicas e automação de testes, seu papel é executar os testes, reportar os defeitos e automatizar os testes.

Leia mais:

Testes de software – Níveis de testes http://www.devmedia.com.br/testes-de-software-niveis-de-testes/22282#ixzz2ZhzNQkHR

Testes de software – Níveis de testes http://www.devmedia.com.br/testes-de-software-niveis-de-testes/22282#ixzz2ZhyvrZQ6

Testes de software – Introdução http://www.devmedia.com.br/testes-de-software-introducao/22281#ixzz2ZhrTUCpo

Importância do teste de software – http://www.profissionaisti.com.br/2011/04/a-importancia-dos-testes-de-software/.

jul

2

Visão Computacional: Programação com Opencv

By Robson Soares

Na UFMS Câmpus de Ponta Porã, foi ministrado um minicurso com o Prof. Hemerson Pistori, que nos mostrou os conceitos sobre Visão Computacional e a programação com OpenCV.

O OpenCV foi criado pela Intel na Rússia. A Intel produz mais hardware, mas tem uma equipe da Intel que dá suporte. Considerada a principal biblioteca para visão computacional do mundo. Gratuito com código fonte aberto.

Site Oficial do OpenCV: http://opencv.org
Site do Prof. Hemerson Pistori: http://pistori.weebly.com/
Exemplos de Código: http://docs.opencv.org/doc/tutorials/introduction/linux_gcc_cmake/linux_gcc_cmake.html#linux-gcc-usage

Vamos demonstrar a criação de um exemplo simples para mostrar uma imagem. O nome do arquivo é o DisplayImage.cpp

#include
#include

using namespace cv;

int main( int argc, char** argv )
{
Mat image;
image = imread( argv[1], 1 );

if( argc != 2 || !image.data )
{
printf( “No image data \n” );
return -1;
}

namedWindow( “Display Image”, CV_WINDOW_AUTOSIZE );
imshow( “Display Image”, image );

waitKey(0);

return 0;
}

CMake gera arquivos para o Make. E o Make gera os arquivos para o gcc.

Agora você tem que criar seu arquivo CMakeLists.txt. O conteúdo do arquivo é mostrado a seguir:

cmake_minimum_required(VERSION 2.8)
project( DisplayImage )
find_package( OpenCV REQUIRED )
add_executable( DisplayImage DisplayImage.cpp )
target_link_libraries( DisplayImage ${OpenCV_LIBS} )

Para compilar e executar o código deve executar os seguintes comandos:

cd
cmake .
make
./DisplayImage lena.jpg