Arquivos

Você está navegando nos arquivos da categoria Gestão de Projetos.

mai

3

Câmpus de Ponta Porã lança Fábrica de Software

By Robson Soares

Olá pessoal,

Este é um momento muito especial onde fiz o lançamento de uma Fábrica de Software aqui na UFMS em Ponta Porã. Esta fábrica visa desenvolver diversos produtos de software e soluções de gestão para a demanda da cidade de Ponta Porã e também para outras regiões do país.

O lançamento contou com a palestra “Scrum para Gerenciar Projetos de Software”, proferida por mim e realizada ano auditório do câmpus. O evento abordou o EducaInglês, um software móvel para ensino de inglês, gratuito, no Android, para ser utilizado em Smartphones e Tablets.

Este lançamento foi colocado na primeira página do site oficial da UFMS, e nos deixou muito felizes aqui no campus de Ponta Porã. O link da notícia é: http://www-nt.ufms.br/news/view/id/2001

O EducaInglês foi desenvolvido no câmpus da Universidade e está disponível para download no Google Play, uma loja online para distribuição de aplicações, jogos, filmes, música e livros.

O EducaInglês traz 30 lições nesta primeira versão. “Estamos usando o Scrum para gerenciar as melhorias a serem feitas no mesmo e coordenar as atividades que estão sendo desenvolvidas”, afirma Robson. Segundo o professor Scrum nada mais é que um framework ágil voltado para gerenciamento de projetos de forma interativa e incremental, focado em entregas de valor par ao cliente, com forte visibilidade e rápida adaptação.

Os acadêmicos envolvidos no desenvolvimento do EducaInglês são: Cleidimar Viana, que trabalhou na etapa final com a nova interface, distribuição das lições, desenvolvendo os ajustes e também participando da parte documentacional e pesquisa para inclusão de novos recursos; e Arthur Moratto e Patrick Perosa que iniciaram o projeto e estão também participando da parte documentacional e pesquisa para inclusão de novos recursos. O símbolo da Fábrica de Software da UFMS/CPPP foi criado pelo acadêmico Ricardo Martins.

Para o diretor do câmpus, professor Amaury, “ações como essa poderão fortalecer a presença da UFMS no interior do estado e ainda favorecer a consolidação dos cursos da área e do Câmpus de Ponta Porã”.

jun

5

Treinamento SCRUM UFMS CPPP

By Robson Soares

Trabalhei no Treinamento de Scrum para a equipe do Prof. Amaury da UFMS CPPP.

O material usado no treinamento pode ser baixado aqui:

Material Curso

Abraço a todos

Robson

mai

29

III ERI/MS em Corumbá

By Robson Soares

Olá pessoal,

Participei da III ERI/MS (Escola Regional de Informática do MS) em Corumbá e foi muito bacana, onde fui ministrar um minicurso de 8 horas sobre SCRUM para Gerência de Projetos.

O Prof. Rogério Guths (coordenador do evento) me recebeu muito bem e me deu apoio com todo o material e infra-estrutura necessária. A Profa. Bárbara (coordenadora do curso de SI) também me recebeu muito bem e foi bom reencontrá-la pois formamos juntos em Ciência da Computação 1993 na UFMS em Campo Grande. O Prof. Amaury foi no primeiro dia do evento e me deu apoio na logística para almoçar, ir ao curso e retornar ao hotel depois do curso e fica aqui meu agradecimento, pois não conhecia a cidade.

A Profa. Ivone (Coordenadora do Curso de SI de Três Lagoas) também participou e me ajudou com transportes até o hotel e também no retorno à Campo Grande.

Os alunos deram um retorno bacana no curso e participaram de uma forma bastante positiva. Conceituei o SCRUM e demonstrei como aplicá-lo de forma prática na solução de alguns problemas no desenvolvimento de software.

Assisti as palestras dos Professores da FACOM do Prof. Gonda sobre Sensores e do Prof. Ricardo sobre Arquitetura de Computadores.

A apresentação que usei no minicurso pode ser baixada aqui:

SCRUM para Gerência de Projetos 2012

Algumas fotos do evento são mostradas a seguir, onde as outras dos outros grupos assim que conseguir coloco elas aqui:

ago

1

Tarefas do Scrum Master

By Robson Soares

O Scrum Master é o facilitador de uma equipe Scrum. É ele o responsável por:

A) proteger a equipe de interferências externas;
B) remover os impedimentos que surgem ao longo da sprint;
C) contruibuir de forma a manter a integridade da equipe; e
D) garantir o uso do Scrum.

O site ImpoveIT fez um resumo bem bacana do Scrum, como mostro a seguir: Scrum é uma metodologia ágil para gestão e planejamento de projetos de software.

No Scrum, os projetos são dividos em ciclos (tipicamente mensais) chamados de Sprints. O Sprint representa um Time Box dentro do qual um conjunto de atividades deve ser executado. Metodologias ágeis de desenvolvimento de software são iterativas, ou seja, o trabalho é dividido em iterações, que são chamadas de Sprints no caso do Scrum.

As funcionalidades a serem implementadas em um projeto são mantidas em uma lista que é conhecida como Product Backlog. No início de cada Sprint, faz-se um Sprint Planning Meeting, ou seja, uma reunião de planejamento na qual o Product Owner prioriza os itens do Product Backlog e a equipe seleciona as atividades que ela será capaz de implementar durante o Sprint que se inicia. As tarefas alocadas em um Sprint são transferidas do Product Backlog para o Sprint Backlog.

A cada dia de uma Sprint, a equipe faz uma breve reunião (normalmente de manhã), chamada Daily Scrum. O objetivo é disseminar conhecimento sobre o que foi feito no dia anterior, identificar impedimentos e priorizar o trabalho do dia que se inicia.

Ao final de um Sprint, a equipe apresenta as funcionalidades implementadas em uma Sprint Review Meeting. Finalmente, faz-se uma Sprint Retrospective e a equipe parte para o planejamento do próximo Sprint.

Abraço a todos

Robson

ago

1

Desmistificando o Desenvolvimento Ágil de Software

By Robson Soares

Olá pessoal,

Alguns alunos meus me trouxeram essa dúvida de esclarecer o que é realmente o desenvolvimento ágil de Software, e vou tentar esclarecer aqui. Em 2001, Kent Beck e 16 outros notáveis desenvolvedores, produtores e consultores de software (conhecidos como Aliança Ágil) assinaram o “Manifesto para o Desenvolvimento Ágil de Software”. Eles declararam:

Estamos descobrindo melhores modos de desenvolvimento de software fazendo-o e ajudando outros a fazê-lo. Por meio desse trabalho passamos a valorizar:

1) Indivíduos e interações em vez de processos e ferramentas
2) Softwares funcionando em vez de documentação abrangente
3) Colaboração do cliente em vez de negociação de contratos
4) Resposta a modificações em vez de seguir um plano

Mas que fique claro que o “Manifesto Ágil” não rejeita os processos e ferramentas, a documentação, a negociação de contratos ou o planejamento, mas simplesmente mostra que eles têm importância secundária quando comparado com os indivíduos e interações, com o software estar executável, com a colaboração do cliente e as respostas rápidas a
mudanças e alterações. Esses conceitos aproximam-se melhor com a forma que pequenas companhias de Tecnologia da Informação trabalham e respondem a mudanças.

O SCRUM é um método ágil projetado para aumentar a produtividade e flexibilidade de uma equipe. Por exemplo, usando o SCRUM existe uma reunião diária de 15 minutos do Scrum Master com sua equipe, isso faz com que todos conversem e pelo menos se olhem e ocorra uma interação entre os participantes, valorizando muito isso, pois o afastamente dos membros da equipe desreipeita e muito a proposta do manifesto ágil, mas isso sempre foi importante, é que deixaram claro esta situação, apenas isso.

Isso nos leva a entender que Scrum não é só uma mudança na forma como atendemos nosso cliente, mas também uma mudança de qualidade de vida para a equipe. Ao contrário do ritmo frustrante do “ainda falta muito” que mais tarde é substituído pelo “estamos atrasados”, uma equipe Scrum bebe o néctar do “completamos mais uma fase” e “estamos quase chegando lá”, duas sensações muito mais prazerosas e incentivadoras do que a primeira (ScrumHalf).

Abraço a todos

Robson

jul

19

O que é o SCRUM?

By Robson Soares

Olá pessoal,

Vou falar um pouco sobre o Scrum, uma metodologia ágil que prevalece as pessoas sobre os processos, e vai aqui uma dica, vale a pena.

Uma visão geral do Scrum é a seguinte:

Ele é apoiado em quatro fundamentos:

1) Papéis
2) Artefatos
3) Cerimônia
4) Atitude

Cria-se o Product Backlog, priorizado pelo Roi (Retorno sobre o Investimento), e desenvolve-se o produto através de Interações (conhecido no Scrum como Sprints).

Cada Sprint contém 4 passos:

1) Planejamento (Sprint Planning)
2) Execução
3) Avaliação
4) Plano de Melhoria Contínua

Reuniões diárias (ferramenta mais importante do Scrum). Lembre-se: Não é pausa para o lanche, é muito importante levá-la com seriedade.

O que eu fiz desde a última reunião?
O que eu vou fazer até a próxima reunião?
Tive ou estou tendo algum impedimento?

Deve-se usar também o quadro Kanban e o gráfico Burndown. Pesquise sobre isso que aí você poderá usar o Scrum no desenvolvimento de seus projetos, e ter ótimos resultados.

Abraço a todos

Robson